quinta-feira, 19 de janeiro de 2017

A grande e a pequena política nas eleições do Senado e da Câmara,

Lindbergh Farias

A discussão sobre qual a melhor atuação das bancadas do PT nas eleições das mesas diretoras do Senado e da Câmara deve ser feita com o máximo serenidade e respeito; afinal, essa não é uma questão de princípios. No entanto, ela é uma decisão política importante, dada a presente conjuntura de polarização política do país.

Por isso, se deve reconhecer que, mais que um problema de funcionamento interno, endógeno, a ser decidido no circuito fechado das bancadas parlamentares do legislativo federal, o tema bordeja elementos importantes da tática de atuação do PT, bem como da esquerda em geral, pelos próximos dois anos.

Livro: Marxismos na contemporaneidade (tópicos de política, economia e direito)

Marx está mais vivo do que nunca

Em 1907 o grande filósofo Benedetto Croce afirmou peremptoriamente em tom de profecia que “Marx está definitivamente morto para a humanidade”. Dez anos depois aconteceria a Revolução Russa, inaugurando uma fase histórica de revoluções sucedendo o período de revoluções burguesas dos séculos XVI, XVIII e XIX, desta feita proletária e socialista.


A saga das revoluções proletárias, ativas e em suas contrafações passivas, seus resultados complexos e enigmáticos, algumas vezes surpreendentes, ainda estão a merecer o devido balanço.

quarta-feira, 18 de janeiro de 2017

Por que a China comunista teve sucesso no capitalismo?

“Maonomics”, livro da italiana Loretta Napoleoni, tenta elencar os motivos que colocam os chineses no comando da economia mundial no futuro recente

Ernesto Lozardo

Quase três décadas após o fim da Guerra Fria, as economias ocidentais ainda buscam uma saída para a primeira crise global. Nos Estados Unidos, a taxa de crescimento deverá permanecer em torno de 2,5% ao ano, quando, anteriormente, era superior a 3% ao ano. A produtividade da mão de obra aumentará metade do registrado no passado, ou seja, 1,5% ao ano. A economia norte-americana não será o principal motor do crescimento econômico global.

O desenvolvimento econômico soviético versus o Ocidental, por Noam Chomsky

Noam Chomsky é reconhecidamente um anarquista, crítico tanto do capitalismo (e principalmente do imperialismo dos EUA) como dos modelos socialistas implementados a partir do século XX em diversas partes do mundo. No entanto, o intelectual estadunidense reconhece os grandes benefícios que o socialismo real levou aos povos do Leste Europeu e principalmente da União Soviética.

Populismo, resposta legítima. Artigo de Thomas Piketty

“O populismo nada mais é do que uma resposta, confusa mas legítima, ao sentimento de abandono das classes populares dos países desenvolvidos diante da globalização e da ascensão da desigualdade. É preciso confiar nos elementos populistas mais internacionalistas para construir respostas precisas a esses desafios: caso contrário, o encurvamento nacionalista e xenófobo acabará por abalar tudo.”

A opinião é do economista francês Thomas Piketty, autor do livro O Capital no século XXI (Ed. Intrínseca), em artigo publicado no jornal La Repubblica, 17-01-2017. A tradução é de Moisés Sbardelotto.

Sobre salários e empregos

As lições de Keynes não chegam aos ouvidos de quem nos empurra ladeira abaixo da depressão.

Luiz Gonzaga Belluzzo e Gabriel Galípolo

Eles informam que “a Alemanha introduziu, em 2015, seu primeiro salário mínimo na história. O premier japonês, Shinzo Abe, defendeu aumentos de 3% ao ano para o salário mínimo. No fim de 2016, a Finlândia anunciou um sistema de renda mínima universal de, aproximadamente, 2 mil reais por mês, que, após um período inicial de testes com 2 mil cidadãos, seriam distribuídos igualmente para todos. A Holanda planeja testar um programa similar em 2017. O apoio a programas de renda mínima cresce na Europa em decorrência do baixo crescimento econômico e ampliação da desigualdade, especialmente a partir da crise de 2008”.

Antonio Cândido: “ O senhor é socialista ?”

Brasil de Fato:

''O senhor é socialista?

Ah, claro, inteiramente. Aliás, eu acho que o socialismo é uma doutrina totalmente triunfante no mundo. E não é paradoxo. O que é o socialismo? É o irmão-gêmeo do capitalismo, nasceram juntos, na revolução industrial. 

É indescritível o que era a indústria no começo. Os operários ingleses dormiam debaixo da máquina e eram acordados de madrugada com o chicote do contramestre. Isso era a indústria. 

Aí começou a aparecer o socialismo. Chamo de socialismo todas as tendências que dizem que o homem tem que caminhar para a igualdade e ele é o criador de riquezas e não pode ser explorado. 

O século 21 está atolado no 19

“Se milhões de brasileiros acham que massacres fazem bem à sociedade, a primeira coisa que se pode fazer para reverter essa situação é desligar a máquina de propaganda e empulhações. Pode ser pouco, mas ajuda.”

Elio Gaspari

terça-feira, 17 de janeiro de 2017

Se não houver vento ....


Deus é brasileiro


Apátrida


Comunista baderneiro


Estado de Exceção prende Boulos do MTST


Moradia é um direito


Nelson Rodrigues já previa Luiz Roberto Barroso


Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...